Avenida Presidente Vargas

Avenida Presidente Vargas

A Avenida Presidente Vargas é um dos principais logradouros da cidade do Rio de Janeiro.

A avenida é de suma importância para o centro da cidade do Rio de Janeiro, pois o corta perpendicularmente em sua maior parte, passando por importantes logradouros e vias, bem como Linha Vermelha e Avenida Brasil, nas proximidades da Zona Norte, e avenidas Rio Branco e Primeiro de Março, no sentido da Candelária. Elá dá assim, acesso às principais ruas do centro, e principais estabelecimentos comerciais. Podemos dizer assim que a avenida é a porta de entrada e saída do Centro, e liga indiretamente a Zona Norte, Sul e Oeste da cidade.

Avenida Presidente Vargaso

Por ser uma avenida de tamanho movimento, ela é servida por diversos meios de transporte, entre os quais poderíamos ressaltar:

  • Paço Municipal do Rio de Janeiro, final do século XIX, demolido para a construção da Avenida Presidente Vargas. Arquivo Nacional.
  • Rodoviário: Perto de seu final, às proximidades da Leopoldina, encontra-se a Rodoviária Novo Rio, e também é servida por diversas linhas e empresas de ônibus, vindas de todas as outras zonas da cidade. Principais pontos (mais movimentados): Presidente Vargas à altura da Igreja da Candelária,Camelódromo,Central do Brasil, Cidade Nova e Leopoldina.
  • Metroviário: Sob a avenida passa a Linha 1 do Metrô carioca. As estações próximas à avenida são: Estação Estácio, Estação Praça Onze, Estação Central, Estação Presidente Vargas, e a Estação Uruguaiana. Foi construída uma nova estação em frente à Prefeitura, chamada Cidade Nova
  • Ferroviário: o principal ponto ferroviário da cidade encontra-se à margem direita de avenida: a Estação Central do Brasil. De lá partem ramais intermunicipais e para diversos bairros da cidade. De Duque de Caxias a Santa Cruz, todos interligados pela Central, considerando também as interligações com outros meios de transporte que ali se dão, tais como: Trem – Metrô, Ônibus – Metrô, Ônibus – Trem.

História Avenida Presidente Vargas

Projetada por Getúlio Vargas, à época em que então era presidente do Brasil, enquanto a cidade do Rio de Janeiro ainda era capital federal da nação.

A avenida conecta a região da Leopoldina ao fim da Zona Norte à região da Candelária em 3,5 km e quatro pistas de trânsito para veículos, cada pista contando com quatro vias para circulação dos veículos, sendo duas dessas quatro pistas no sentido Candelária, e as outras duas no sentido Zona Norte; tais pistas são irreversíveis. Ao meio da avenida, passa um canal do qual se desemboca o rio Maracanã, nas proximidades da antiga Estação de Ferro Leopoldina. Ele a segue em seu meio, até aproximar-se da Estação Central do Brasil, onde é desviado, dando lugar a um calçadão, que é ora para transeuntes, e ora para flores e árvores de pequeno porte.

A avenida é de suma importância para o centro da cidade do Rio de Janeiro, pois o corta perpendicularmente em sua maior parte, passando por importantes logradouros e vias, bem como Linha Vermelha e Avenida Brasil, nas proximidades da Zona Norte, e avenidas Rio Branco e Primeiro de Março, no sentido da Candelária. Elá dá assim, acesso às principais ruas do centro, e principais estabelecimentos comerciais. Podemos dizer assim que a avenida é a porta de entrada e saída do Centro, e liga indiretamente a Zona Norte, Sul e Oeste da cidade.

A avenida foi inaugurada em 7 de setembro de 1944. Para isso inúmeros cortiços e casebres antigos, que alguns até abrigavam a zona do meretrício na Centro da cidade do Rio de Janeiro foram demolidos. Nestas demolições, igrejas históricas como a São Pedro dos Clérigos e a São Domingos foram demolidas,ruas como a General Câmara, Visconde de Itaúna e Senador Euzébio extintas e a praça XI descaracterizada, deixando de ser o centro da boêmia e cosmopolita carioca.

Em seu primeiro qulômetro, as edificações tem seu entorno uma altura máxima padrão de 70 metros. Na época a avenida foi inspirada em similares vias levantadas pelo partido Nazista na Alemanha, que eram conhecidos por seu rigor em padrões matemáticos, à época.

Trânsito na Avenida Presidente Vargas

Veja o trânsito agora na Avenida Presidente Vargas

Mapa da Avenida Presidente Vargas